terça-feira, 18 de março de 2014

Resenha: O Senhor da Luz - A Saga de


Livro: O Senhor da Luz
Autora: Graciele Ruiz
Editora: Novo Século - Selo Novos Talentos
Mais Informações

















Começo a resenha falando da autora, não da bibliografia dela, mas da imaginação fértil que o ser humano é capaz de chegar. Ao mesmo tempo em que o livro é cheio de seres desconhecidos e uma parte já conhecida, ela conseguiu inovar misturando seres tradicionais com seres construídos por ela de uma forma coerente e até simples, mas apaixonante. A Graciele é uma jovem que merece destaque na literatura brasileira - assim como outros autores -, pois ela é um talento em progresso. E isso não é "babação", é que a escrita é coesa, assim como o desenvolvimento da história.

O Senhor da Luz conta a história de Lícia, uma jovem que  acabou de perder o pai e ainda está perdida no mundo, não sabe o que fazer sem a única pessoa que era sua família. Além da dor de perder seu avô, ela viveu até o momento com o sentimento de saudade de seus pais que morreram quando ela ainda era pequena. Quando o seu avô morreu, ele deixou uma chave e um comentário adjacente, uma forma de pedido. E esse pedido faz Lícia sair de sua zona de conforto, no clã a que pertence e mora, para ir em busca do último desejo de seu avô. A chave dela só tem efeito se for reunida com as outras quatro, assim abrindo uma caixa que é capaz de fazer Datahriun reviver. E nessa busca pelas outras quatro chaves a aventura do livro começa!

Datahriun é um país formado por cidades, não há estados. Os povos foram separados ao longo do tempo por espécies de clãs, por exemplo, há os que tem habilidade com o fogo, com a água, uns voam - como a protagonista -, outros não vivem submersos na terra, entre outros. A saga mostra diversas criaturas, como já citado acima, muito legais e inovadoras. E isso me fez lembrar de outro livro nacional que amo: Os Segredos de Landara. 

A narração da Graciele me deixou encantada, muito fluente e de uma coesão impressionante. Os diálogos se encaixam em seu devido lugar, apesar de que alguns comentários eu achei desnecessário e até mesmo meio infantil. Mas toda a bela escrita nos faz esquecer os pormenores e se focar na história central. Todas as cenas são dialogadas e deixadas a mercê dos nossos pensamentos, e algumas vezes nos deixam com um sentimento de perda, tristeza, felicidade, alegria, saudade, etc..

O desenvolvimento em si da história mostra como a protagonista evolui, amadurece mesmo com perdas, trapaças, com coisas negativas. Todas as cenas nos fazem querer mais, mas não por insatisfação, e sim por querer devorar mais sobre O Senhor da Luz, mais sobre fadas, mais sobre pessoas novas, personagens encantadores, sobre Lícia e sobre Datahriun. Ah, tem o mocinho também se envolvendo com Lícia, o que me fez torcer e suspirar por eles. 

Datahriun é um lugar mágico, assim como seus habitantes. Um lugar que foi bem pensado e bem construído. Merece, merece e merece ser conhecido por mais leitores, mais admiradores da literatura brasileiro, mundial, enfim... Leitura mais que recomendada para amantes de bons livros.

11 comentários:

  1. Oi Lú!! Obrigada pela resenha e pela parceria. Fiquei encantada com o que você escreveu! *-*

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Gosto bastante de livros do gênero, mas tenho tanto receio quando são de literatura nacional. Não generalizo, mas já disse para você Lú, eu não tive boas experiências com os mesmo. Talvez por não saber escolher, mas de alguma forma mesmo a sua resenha sendo positiva não senti uma identificação, não tive um clique de que deveria ler. parece que é um história bacana, para passar um tempo, mas que não chega a ser surpreendente. É claro que eu possa estar enganada, nem sempre interpretamos as resenhas da forma que o autor da mesma quis passar, j´s senti muito isso no blog, leitores fora de sintonia com as resenhas. nossa fugi do assunto kkkkkk... Bom de qualquer forma, quem sabe em um futuro imprevisível eu acabe lendo esta obra :) http://blogliterata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lú, tudo bem?! :)

    Ainda não conhecia esse livro, mas já fiquei encantada pela sua resenha. Amo histórias que envolvem magia e seres místicos - fiquei super curiosa para saber como são esses seres novos que a autora criou.
    Adorei a dica, flor! :)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro, mas amei a capa e a resenha.
    O livro tem uma premissa interessante e espero gostar da história.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, eu não conhecia o livro ainda, mas gostei da proposta dele. Me remete ao desenho do Avatar ou coisa assim, que eu gostava bastante. Adoro quando os autores nacionais mostram que estão prontos para mostrar a que vieram, e tem vários livros maravilhosos espalhados por aí que a gente nem sabe.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia, porém me deu vontade. Muito obrigada pela excelente dica, que pra fechar bem é nacional =D

    ResponderExcluir
  7. Hmm... olha... talvez eu dê uma chance ao livro, viu? Parabéns pela resenha! ;D

    Beijokas da Mylloka :*
    https://myllokasecret.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Uau, seu blog é lindo.

    Ainda não li este livro, mas ele tem me despertado certo interesse.

    Beijos
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu,

    Parece ser um livro bem interessante e se vc diz que foi bem escrito eu acredito. Ainda lembro de vc falando de um certo livro, que tinha serios problemas, e eu fui conferir e era mesmo estranho.
    Histórias de fantasias são excelentes pra viajar no tempo. E quando bem escritas nos traz realmente "perda, tristeza, felicidade, alegria, saudade, etc.."
    Essa em especial mexeria comigo, histórias de filhos que perdem o pai e ficam perdidos combinam com essa pessoa perdida aqui.

    Beijos

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Luh adorei a resenha desse livro ainda não conhecia a autora, e me chamou a atenção a capacidade de reinventar, gosto de livros com esse enredo e quando se trata de literatura nacional mais ainda!
    bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito de conhecer o seu blog. Estou pedindo o seu apoio
    para a divulgação de meu livro "Oklath - Os Sete poderes de
    Órtil". Visitem meu blog e saberão mais: oklath.blogspot.com.br .
    Um abraço, Cláudia.

    ResponderExcluir